STF condena Collor por corrupção e lavagem de dinheiro, mas decisão sobre cumprimento de pena é adiada

Foco Sertanejo
By -

 

BRASÍLIA (Reuters) - Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) condenaram o ex-presidente da República e ex-senador Fernando Collor de Mello à prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva em uma ação no âmbito da operação Lava Jato, mas a decisão sobre como ele vai cumprir a pena foi adiada para a próxima quarta-feira.

O ex-presidente foi considerado culpado sob a acusação de receber, segundo denúncia do Ministério Público Federal (MPF), 29,9 milhões de reais em propina por negócios da BR Distribuidora, então subsidiária da Petrobras. Foram oito votos a favor da condenação e dois pela absolvição.

O relator da ação, ministro Edson Fachin, votou pela condenação do ex-presidente à prisão pelos dois crimes, sendo acompanhado nesse ponto pelos ministros Alexandre de Moraes, André Mendonça, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Dias Toffoli Luís Roberto Barroso e pela presidente do STF, Rosa Weber.

A corte também vai decidir sobre a punição de Collor por um terceiro crime, se por associação criminosa ou por organização criminosa. Isso poderá ter reflexos no cumprimento da pena.




Quarta e Sexta feira Web Rádio Voz do Sertão


#buttons=(Ok, Go it!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência.Ver Agora
Ok, Go it!