RN tem menor média de solicitações por leitos Covid desde maio de 2020

Foco Sertanejo
By -

 

A situação da pandemia no Rio Grande do Norte tem melhorado e, neste momento, o estado tem a menor média móvel de solicitações por leitos covid desde o dia 5 de maio de 2020. Na manhã desta quarta-feira (2), a ocupação de leitos críticos estava em 31,4% e a fila por vagas estava zerada tanto para leitos críticos quanto clínicos



Em 5 de maio de 2020, no início da pandemia, o portal Regula RN, que acompanha os dados da pandemia desde os primeiros casos registrados, apontou média de 10 solicitações diárias por leitos relacionados à covid. Com os dados consolidados até a terça-feira (1º), o Rio Grande do Norte fechou a média de 11 solicitações de leitos diários.

A queda nas solicitações ocorreu de maneira acentuada no período de um mês. No dia 28 de janeiro, quando a variante ômicron passou a ser a predominante no país, a média diária de solicitações foi de 82 por dia, a maior desde o dia 18 de junho de 2021. Porém, nos 30 dias seguintes, a queda foi progressiva, equivalente a 86,6%.

Com a redução na solicitação por leitos, as UTIs Covid estão em situação mais confortável em todo o estado. Somente de leitos públicos, há 108 livres, enquanto outros 169 clínicos estão à vagos e disposição da população. A ocupação dos leitos críticos está em 31,4% no estado, com 20% no Seridó, 26,8% no Oeste e 35,6% na Região Metropolitana. 

Perfil

Com o avanço da vacinação entre a população mais jovem, a maior parte dos internados em UTIs Covid é de idosos. Ao todo, das 76 pessoas internadas em leitos SUS no Rio Grande do Norte, 51 são idosos e 25 são pessoas abaixo dos 60 anos, o equivalente a 67,11% e 32,89%, respectivamente.

Para níveis de comparação, em 1º de janeiro deste ano, 52,73% dos internados eram não idosos.


Fonte: Tribuna do Norte





Nas Segundas e Sextas Feiras das 10 as 11 da manhã

#buttons=(Ok, Go it!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência.Ver Agora
Ok, Go it!