Apresentação de projeto do porto encerra agenda da missão potiguar na Espanha

Foco Sertanejo
By -



 O projeto de construção de um porto-indústria no litoral do Rio Grande do Norte para dar suporte à geração de energia eólica onshore e offshore, mineração, petróleo e gás, fruticultura, sal, pesca e viabilizar a produção de hidrogênio verde e seus derivados, foi apresentado na manhã desta sexta-feira (06) para empresários e investidores europeus na Casa da América, em Madri, pela missão potiguar chefiada pela governadora Fátima Bezerra.

 

A construção do porto-indústria terá impactos positivos no crescimento das atividades econômicas industriais, na cadeia produtiva e de serviços do Rio Grande do Norte. O interesse do Governo do RN é, através de PPP - Parceria Público Privada - atrair investimentos para construção, operação e manutenção do equipamento, desenvolvimento da planta de hidrogênio verde, além de parcerias com outros portos da Europa.

 

Na abertura da exposição, a governadora Fátima Bezerra defendeu a transição energética como um caminho sem volta, essencial para o combate ao aquecimento global, e fez um relato das iniciativas que consolidaram o Rio Grande do Norte como líder nacional na geração de energias renováveis.

 

"Ao longo do nosso governo superamos os 95% de potência instalada na matriz elétrica proveniente de fontes renováveis. Temos as cinco principais fontes de geração de energia em atividade no BRASIL, com destaque para eólica, solar, biomassa, hídrica e gás natural, este último considerado como combustível de transição. Ao final de 2021, atingimos a marca impressionante de 97% de geração de energia no RN proveniente de fontes renováveis, superando vários países europeus e asiáticos.”

 

Fátima lembrou que, até agora, o Governo do RN firmou 10 acordos de cooperação e memorandos de entendimento com as principais empresas do setor energético do mundo com objetivo de desenvolver novas fontes de energias renováveis, entre elas a energia eólica offshore, o hidrogênio verde, e-metanol e power to X.

 

"Mas nossos esforços não ficam apenas no campo da geração de energia. Sabendo da deficiência que o Brasil tem em portos com infraestrutura adequada para suporte à cadeia industrial eólica offshore, nosso estado desenvolveu os estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental visando a implantação de um Porto-indústria Verde que atenderá toda a cadeia de valor para a indústria eólica onshore e offshore e demais setores estratégicos para o estado, como mineração, petróleo e gás, fruticultura, pesca e sal.

 

A apresentação do projeto do porto foi feita pelo coordenador de Desenvolvimento Energético da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Hugo Fonseca. "Foi um momento muito importante porque empresas do continente europeu que investem no setor de infraestrutura portuária tiveram a oportunidade de conhecer o projeto para se aprofundar nas análises e participarem da parceria na fase de construção e operação", explicou.

 

Na plateia estavam representantes de empresas e entidades como a Iberdrola, Ocean Winds, Voltalia, EDP Portugal, Porto de Valencia, Casa do Brasil, universidades e também a Acciona, empresa de engenharia que trabalha na construção de grandes portos e hoje é responsável pela ampliação do metrô de São Paulo.

 

Sobre os compromissos na Espanha, a governadora considerou os resultados "extremamente positivos", a começar pelo interesse de novas empresas de colocar o Rio Grande do Norte no radar de seus investimentos, assim como a ampliação dos negócios por parte daquelas que já operam na área das energias renováveis e fruticultura. "Missão cumprida", comemorou.

 

Também participaram da sessão, o diretor geral da Casa da América, Enrique Ojeda; vice-presidente da Fundación Consejo España-Brasil, Santiago Iñiguez; diretor da Casa do Brasil e vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil/Espanha, Cássio Romano; diretor geral para Iberoamérica e Caribe, Enrique Yturriaga e embaixador do Brasil na Espanha, Orlando Leite Ribeiro.

-
Assecom-RN



Quartas e sextas feiras das 18 as 19 horas na We Rádio A Voz do Sertão


(

#buttons=(Ok, Go it!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência.Ver Agora
Ok, Go it!