Governadora Fátima Bezerra participa da procissão de Santa Rita de Cássia em Santa Cruz

Foco Sertanejo
By -

 

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, participou nesta segunda-feira (22) de um dos maiores eventos religiosos do estado: a Procissão de Santa Rita de Cássia, padroeira do município de Santa Cruz. “É com imensa alegria que estou aqui mais uma vez para celebrar este momento de grande religiosidade na festa de nossa padroeira, Santa Rita de Cássia. Esta é uma das festas mais tradicionais de nosso estado e temos orgulho de participar dela todos os anos”, comemorou a chefe do executivo estadual.

 

Fátima também destacou a importância cultural, religiosa e turística da celebração. “Com o advento da estátua de Santa Rita, Santa Cruz se transformou em um dos principais destinos turísticos de perfil religioso, com atrativos e representatividade únicos em todo o Rio Grande do Norte”, afirmou.

 

A Paróquia de Santa Cruz, liderada pelo Padre Vicente Fernandes da Silva Neto, organizou uma extensa programação que teve início no dia 22 de abril. O Novenário, uma série de nove dias de orações em preparação para a festa, ocorreu do dia 13 ao dia 22 de maio, culminando no encerramento da festividade no dia dedicado à padroeira. A procissão, um momento de grande emoção e devoção, contou com a presença de milhares de pessoas.

 

“Momento de renovar a nossa fé e nossa crença, pedindo as bênçãos de Santa Rita para que ela continue a nos inspirar e iluminar nossos caminhos. Que possamos prosseguir com nosso trabalho em prol de um mundo de prosperidade e justiça social”, afirmou a governadora.

 

O tema escolhido para esta edição da festa foi "Santa Rita: Diante do Chamado Assume Sua Missão", com o lema "Vem e Segue-me (MT 19,21)". Neste ano, a reflexão teve como foco o ano vocacional no Brasil, destacando a importância do chamado religioso na vida das pessoas e a missão assumida por Santa Rita de Cássia.

 

Santa Cruz abriga o maior monumento católico do mundo: uma estátua de Santa Rita de Cássia, com 56 metros de altura. Inaugurada em junho de 2010, a estátua se tornou um ponto turístico de grande importância para o turismo religioso no estado do Rio Grande do Norte.

 

Na Igreja Matriz, a governadora Fátima Bezerra visitou a réplica de Santa Rita de Cássia. “Essa réplica foi feita no Rio de Janeiro e possui 98% do corpo original, que está em Rocca (Roccaporena) em Cássia, na Itália, a cidade onde Santa Rita nasceu, viveu e faleceu. A réplica foi feita no Rio de Janeiro e a cúpula que a abriga foi feita em Manaus. Ela está localizada no Alto de Santa Rita, onde ocorrem as novenas todas as noites. Ontem, ela foi trazida para dentro da igreja, onde ficará até amanhã, quando será levada para o Alto Santa Rita, que é o seu lugar de origem”, explicou Val, cristã e devota de Santa Rita de Cássia.

 

As festividades de Santa Rita de Cássia têm uma dimensão religiosa, cultural e social, atraindo não apenas os moradores de Santa Cruz, mas também pessoas de toda a região do Trairi e de outros estados brasileiros. O evento conta com o apoio de diversas instituições públicas e privadas, promovendo uma atmosfera de celebração e devoção.

 

Além da procissão, as comemorações incluíram uma variedade de atividades sociais e culturais, como a cavalgada, a feira de artesanato, a feira gastronômica, festas sociais, bailes, concursos musicais, jantar de Santa Rita e outros eventos, incluindo a festa social em honra à padroeira.

 

“Estamos realizando uma feira com a participação de vários municípios, que foram convidados pela coordenadora do artesanato. É uma oportunidade de mostrar o trabalho de diferentes regiões”, ressaltou a artesã Fátima Medeiros, que está em Santa Cruz desde a última sexta-feira (19), expondo o trabalho do Espaço Linda Laura na feira que segue até amanhã.

Esta é a segunda vez que a Feira Regional de Artesanato acontece na Casa da Cultura, que é voltada para o artesanato Trairi. “Nossa associação é formada por vinte e cinco famílias que recebem e acolhem os turistas aqui, de terça a domingo. Estamos localizados em um prédio público, sob a gestão da Fundação José Augusto, em parceria com o Governo do Estado”, explica a artesã Aderdivânia Flavia.

FOTO: Carmem Felix 
 Assecom/RN




Quarta e Sexta feira Web Rádio Voz do Sertão



#buttons=(Ok, Go it!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência.Ver Agora
Ok, Go it!